PADRÃO DE QUALIDADE CBC – III

Para aqueles que ainda não sabem a CBC – Companhia Brasileira de Cartuchos – é a única fábrica de munições do país. E ela comprou a Taurus, que é a única fábrica de armas do Brasil que se interessa no público civil e nas forças policiais, isto é, o monopólio no Brasil não é apenas em relação às armas de fogo é também nas munições. E monopólio, seja em qualquer segmento fabril ou comercial, só trás prejuízos, pois como não há concorrencial comercial o fabricante não se preocupa em melhores seu controle de qualidade ou em aprimorar seus produtos.

E assim é com a CBC, pois se você comparar tecnicamente está marca com outras marcas estrangeiras, verá que a qualidade é muito baixa. Temos por exemplo está munição que a PM do Amazonas recebeu montada ao contrário. 

Mas este não foi o único caso, pois a Polícia Militar de Goiás também já recebeu munição da mesma forma, isto é, montada ao contrário. Veja:

Há algum tempo fizemos outra publicação que também tem o mesmo nome – PADRÃO DE QUALIDADE CBC, pois a CBC fabricou uma munição de espingarda Gauge 12 sem espoleta. Parece até uma piada, mas não é!

A pergunta que se deve fazer é por qual motivo num país de proporções continentais só existe uma fábrica de munições? Por que existem tantos empecilhos legais impedindo que outra fábrica de munições seja aberta no Brasil? Onde está o Exército Brasileiro, que é o fiscalizador, para facilitar a chegada de outro fabricante ou para fiscalizar a CBC?

SUBMETRALHADORA TAURUS COM PROBLEMAS GRAVES NO GATILHO

Esta submetralhadora da Taurus, no calibre .40SW, é o novo modelo da fabricante em submetralhadoras, mas a Taurus nada fez além de mudanças estéticas. Existem casos como o ocorrido no DF, onde a arma disparou dentro de uma viatura da PM, veja:

Veja este vídeo mostrando como uma MT40 funciona!!

A Taurus está pagando uma indenização de 39 milhões de dólares nos EUA, em decorrencia da péssima qualidade de suas armas – TAURUS PAGA INDENIZAÇÃO MILIONÁRIA NOS EUA e a CPI da Taurus, que será instaurada pelo Congresso Nacional, liderada pelo Major Olímpio, vem aí – CPI DA TAURUS

Veja agora o vídeo mais recente mostrando a péssima qualidade das armas da Taurus. Com certeza novos vídeos virão!!

PADRÃO DE QUALIDADE CBC – I

Nesta publicação trazemos um defeito de fabricação em uma minução da CBC (Companhia Brasileira de Munições) que foi verificado durante uma instrução de tiro da PMGO, quando um dos alunos chamou o professor para informar que sua arma, uma PT100, não estava fechando. Para a surpresa do professor, quando ele abriu o ferrolho da pistola encontrou uma munição original Treina CBC, calibre .40S&W montada ao contrário, a ponta do projétil estava para dentro do cartucho e a base para fora.

Arquivo 18-04-15 19 36 18

Arquivo 18-04-15 19 36 42

Arquivo 18-04-15 19 35 46

Arquivo 18-04-15 19 37 02

E por qual motivo decidimos mostrar problemas em munições da CBC. Por três razões bem distintas:

– A CBC faz munições que não são o que há de melhor e nem fica entre as fabricantes de qualidade. Revistas especializadas como a Magnum classificam a pólvora utilizada pala CBC, para carregar suas munições, como de péssima qualidade;

– A CBC, assim como a Taurus, é beneficiada por força de uma lei (10.826/2003) que proíbe a importação de munições e armas de fogo, caso contrário, com certeza essas duas empresas ou já teriam falido ou estariam próximo disso;

– E por último porque a CBC é a maior acionista da Taurus, possuindo 52,51% do capital votante da Forja Taurus. Essa transação foi feita pela bagatela de 121 milhões de reais e mesmo que a compra tenha sido feita sob a supervisão do CADE, ela está cheia de mal ditos, vez que as duas empresas fabricam produtos semelhantes, como coletes antibalísticos e espingardas e isso configuraria “sobreposição horizontal de atividades”, fato esse que proibiria uma empresa de adquirir a outra. A verdade é que antes dessa transação a Taurus estava passando por sérios problemas financeiros e só conseguiu se reerguer graças a injeção de capital feito pela CBC.

E quanto a munição montada ao contrário esperamos que ela seja apenas um caso isolado, pois o que nós amantes das armas de fogo queremos é que a Taurus e a CBC produzam produtos de qualidade e queremos mais ainda a abertura do mercado nacional para que fabricantes de renome mundial possam habitar por aqui nessa terra onde tudo se plantando dá.

Temos ainda um vídeo do canal 1911 ARMAS DE FOGO no Youtube que mostra bem a munição em questão:

Se você souber de algum caso semelhante a esse, compartilhe conosco e deixe sua mensagem, aproveita e compartilha com seu amigo ou amiga que gosta ou trabalha com armas de fogo o conteúdo de nossa página.

TKS DOBRADO!!!

Fontes:

– http://www.valor.com.br/empresas/3878082/cade-aprova-que-cbc-tenha-maior-parte-do-capital-votante-da-taurus;

– http://www.defesanet.com.br/armas/noticia/16028/CBC-toma-o-controle-da-Forjas-Taurus-em-capitalizacao/;

– http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/felipe-patury/noticia/2014/08/bcbc-compra-taurusb-por-r-121-milhoes.html

VÍTIMAS DA TAURUS

Olá, 

Somos um grupo de pessoas, vítimas de disparo acidental por quedas, sem o acionamento do gatilho, de armas (pistolas) fabricadas pela empresa FORJAS TAURUS S.A.

Não somos ligados a nenhuma outra empresa ou fabricante de armas, não somos financiados por qualquer grupo que tenha interesse em prejudicar ou promover retaliações à mencionada empresa. 

Somos consumidores/usuários ou familiares destes, que tiveram algum tipo de acidente por queda, sem o acionamento do gatilho ou qualquer interferência externa, que pudesse ocasionar o disparo acidental do armamento.

Nosso objetivo principal é reunir o máximo de pessoas ou familiares de vítimas das pistolas TAURUS para que juntos possamos provar aos órgãos competentes que os defeitos de fabricação das pistolas TAURUS, que já acarretaram vários acidentes pelo Brasil, e, muitos deles, com vítimas fatais.

Dos casos que tivemos notícias e com todas as provas obtidas durante o processo, notamos qua maioria dos disparos acidentais ocorreram por queda da pistola, que, com o impacto ao solo, dispararam, sem ejetar o cartucho e que nos testes periciais baseados nos modelos tradicionais, os laboratórios de balística dos institutos de criminalística não constataram o defeito existente nas pistolas, mas os laudos periciais apontam claramente para o disparo acidental ocasionado por queda da pistola.

Este fato se deve principalmente pelo modo de como é conduzido o teste nos institutos de criminalística (civil ou militar) dos estados brasileiros. O teste basicamente utiliza-se de uma placa de borracha off-shorecom uma dureza específica, onde a arma é carregada com um cartucho espoletado e uma queda em ângulo reto é simulada. 

Em todos os exames analisados, talvez mais de 10, os testes não reproduziram a situação real do disparo, comotipo real de piso, angulação da queda, posicionamento do cartucho original dentro da câmara do armamento e até a altura real da queda. Por este motivo os testes, mesmo realizados em institutos conceituados, não conseguem chegar a um relato conclusivo sobre o grave defeito nos armamentos TAURUS.

No entanto, até o momento, todas as provas juntadas, ocorrências, inquéritos abertos, testemunhas ouvidas e fatos divulgados pela mídia, indicam exatamente o contrário: que muitas pistolas fabricadas pela empresa TAURUS disparam ao cair se estiverem municiadas, além de outros defeitos. A própria empresa TAURUS admite esse incidente em seus manuais publicados em língua estrangeira, dizendo que em caso de queda com a arma carregada pode acontecer um disparo acidental sem o acionamento do gatilho.

Para comprovar a nossa tese temos conhecimento de um caso em que o exame pericial foi realizado em condições reais de queda o laudo pericial apontou claramente para a ocorrência de disparo acidental no armamento TAURUS pela queda sem o acionamento do gatilho.

Temos a convicção de que os disparos acidentais com as pistolas TAURUS podem ocorrer e, por isso, queremos reunir o maior número de pessoas para que juntos possamos demonstrar o defeito existente nos armamentos.Devemos lembrar de que estamos falando de vidas em risco, uma vez que a TAURUS detém quase a totalidade do fornecimento para as forças de segurança pública no país.

Se você tem conhecimento de algum caso, contato com pessoas vítimas de disparos acidentais ocasionados por queda sem o acionamento do gatilho, familiares dasvítimas, provas, relatos ou algo que possa contribuir como objetivo deste grupo, escreva para o WhatsApp 62984459494.