TAURUS FAZ ACORDO DE 39 MILHÕES DE DÓLARES NOS EUA POR DEFEITOS EM PISTOLAS

A matéria original usada nesta publicação está em inglês, mas o que ela traz é que a fabricante brasileira de armas, Forjas Taurus, fez um acordo nos Estados Unidos da América no valor de US$ 39.000.000,00 milhões de dólares, para por fim a uma ação judicial que tem como objetivo investigar falhas em alguns  modelos de pistolas da empresa, que podem disparar quando caem ao solo e ainda investigar se o carregador da arma também é defeituoso ou nao. No decorrer do processo a Taurus admitiu que sua pistola pode disparar se estiver carregada e cair ao solo, porém, no Brasil a fabricante continua a afirmar que isso não é possível de acontecer.

Arquivo 31-07-15 18 33 27

Segundo documentos protocolados no U.S. District Court for the Southern District of Florida em 15 de Maio deste ano, a empresa concordou em pagar até US$ 30 milhões de dólares aos proprietários de nove diferentes modelos que optarem por enviar as suas pistolas para a empresa. Os proprietários que irão recebe em qualquer lugar dos EUA, de $150 a $200, para devolverem a pistola que possuem da Taurus, caso optem por essa opção.

O acordo também vai se estender a garantia para nove modelos de pistolas, permitindo que proprietários de armas devolvam as pistolas que forem inspecionadas pela Taurus.
Os documentos mostram a que a ação poderá incluir até 100.000 pistolas. A resolução também solicita o pagamento de US$ 9 milhões em honorários advocatícios. A Taurus EUA confirmou o acordo, alegando que a empresa não admite qualquer transgressão ou falhas em seus produtos.

Em nota oficial a Taurus confirma o acordo e diz que não admite qualquer tipo de irregularidade. A empresa disse também a Grand View Outdoors que “não admite que haja nenhuma desvantagem no acordo.”. “Se qualquer pessoa tiver alguma destas pistolas, ficaremos felizes em inspecioná-las, portanto sugerimos que nos enviem as armas para que possamos fazer isso.”

A ação foi trazida à corte por Chris Carter, Xerife de Scott County, no estado de Iowa. Ele alegou que sua PT 140 PRO disparou sem o acionamento do gatilho quando ele a sacou durante uma perseguição policial. Os documentos da ação dizem que a arma efetuou um disparo ainda travada e que a cápsula permaneceu na câmara.

PT 640, um dos modelos que apresentaram defeito.
PT 640, um dos modelos que apresentaram defeito, vendida também no Brasil.

“Apesar do conhecimento dos problemas de segurança, a Taurus nunca fez nada a respeito disso, nunca fez nenhum aviso para o público ou algum recall dos modelos e a empresa continua a apresentar ao público, falsamente, que estas armas são confiáveis.” disse ele no processo.  “A verdade é que a Taurus está com medo de que pessoas tenham sido gravemente feridas em resultado destes defeitos, e é apenas uma questão de tempo até que mais e mais pessoas se machuquem gravemente ou até mesmo morram decorrente disso.”.

Outros documentos da corte dizem que a empresa foi forçada a pagar US$ 1.200.000,00 quando a arma de um homem do Alabama caiu no chão e disparou contra ele mesmo. O documento também fala sobre o recall das armas PT 24/7 G1, .40 S&W, da Polícia Militar de São Paulo (PMESP), quando descobriram que a arma disparava mesmo com a trava acionada.

“As pistolas possuem um perigo inerente ao defeito, a Taurus sabe disso há anos, mas permitiu que estas armas permanecessem nas mãos dos consumidores, com o risco iminente delas ferirem tanto os consumidores deste armamento, quanto o público em geral.” Alegou nos documentos.

O acordo cobre 9 modelos de pistola da Taurus, a PT 111 Millennium; PT 132 Millennium; PT 138 Millennium; PT 140 Millennium; PT 145 Millennium; PT 745; PT 609; PT 640 e PT 24/7. Estas duas últimas são vendidas no Brasil.

Este acordo judicial da Taurus, feito nos EUA, também foi noticiado nos maiores veículos de comunicação aqui no Brasil, como por exemplo a matéria feita pela ISTO É – FORJAS TAURUS APROVA ACORDO PARA ACABAR COM AÇÃO JUDICIAL NOS EUA.

Numa rápida pesquisa na Internet encontramos vários casos e vídeos mostrando que os mesmos defeitos encontrados nos EUA, acontecem também aqui no Brasil. Vejamos então alguns videos encontrados no Youtube que mostram armas da Taurus funcionando mal ou não funcionando.

Aqui no Brasil só aumentam os casos de acidentes e incidentes envolvendo armas da Taurus. Esperamos que as vítimas brasileiras da Taurus consigam alcançar a justiça, sendo no mínimo indenizadas com decência e que a fábrica admita como fez nos EUA, que suas armas estão ferindo pessoas. Atualmente a Taurus usa uma resposta padrão, alegando que as falhas em suas pistolas são causadas por falta de manutenção ou por imperícia dos operadores.

Se você conhece alguma pessoa que foi vítima de disparo acidental de armas da Taurus, entre em contato conosco. Estamos reunindo pessoas que foram vítimas de disparos sem acionamento do gatilho, para juntos mobilizarmos e fazermos justiça contra os desmandos da Taurus!!!

Para quem se interessar, essa é a matéria em inglês:

Taurus Agrees To $39 Million Settlement In Defective Pistol Case

FONTES:

– http://firearmsbrasil.com.br/noticias/taurus-concorda-em-pagar-multa-de-39-milhoes-de-dolares-a-consumidores-americanos/

– http://www.grandviewoutdoors.com/guns/taurus-agrees-to-39-million-settlement-in-defective-pistol-case/

Anúncios

13 comentários sobre “TAURUS FAZ ACORDO DE 39 MILHÕES DE DÓLARES NOS EUA POR DEFEITOS EM PISTOLAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s