INSTAURADA A CPI DA TAURUS !!

Graças ao esforço e perseverança das VÍTIMAS DA TAURUS as assinaturas necessárias para a instauração da CPI da Taurus foram colhidas e a Câmara dos Deputados acolheu o pedido. Agora os segredos virão a tona e todos os graves acidentes que feriram e mataram pessoas por todo Brasil serão iinvestigados.

 O mínimo para a instauração de uma CPI são 171 assinaturas, mas ao todo foram mais de 200!

TAURUS É PROIBIDA DE VENDER ARMAS POR DOIS ANOS PARA A PM DE SÃO PAULO 

Como resultado de várias falhas encontradas nas armas da PMESP, onde milhares de armas de fogo da Taurus passaram por vários recalls e onde mais de cinco mil submetralhadoras foram retiradas da atividade policial por problemas de funcionamento, a PMESP decidiu proibir que a Forjas Taurus participe de qualquer licitação que ela abra pelo prazo de dois anos.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo do dia 22 de outubro de 2016 e é mais um passo rumo a abertura do mercado nacional e para o fim do monopólio das armas no Brasil.

O próximo e importante passo será a CPI da Taurus que acontecerá no Congresso Nacional, onde serão chamados para dar declarações os principais atores desta triste novela, sendo: CBC, Taurus, IMBEL, CONDOR, Exército Brasileiro, Glock, CZ e outros.

EXÉRCITO IDENTIFICA FALHAS E PROÍBE TAURUS DE COMERCIALIZAR PISTOLA 24/7

Esta matéria foi veiculada pelo Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal e traz o resultado de uma vistoria que o Exército fez na Instalações das Forjas Taurus e que após, ordenou a suspensão da fabricação da Pistola modelo PT 24/7 – Exército identifica falhas e proíbe Taurus de comercializar pistola 24/7. Vamos postar algumas partes desta matéria, mas ela está a disposição de maneira completa no link acima, porém, iremos anexar aqui copias do relatório resultado da vistoria.

Outros meios de comunicação importantes, como a Rede Globo de Comunicações também falaram da proibição – Exército proíbe produção e comercialização de pistolas usadas por policiais do Rio. A Globo News também tratou do tema – Exército proíbe produção e venda de pistolas de um da fabricante de armas. E também a TV Bandeirantes veiculou uma matéria muito completa sobre o assunto – Exército proíbe produção e distribuição de pistola Taurus após falhas.

No ofício, que foi enviado ao secretário de Seurança Pública do Estado do Paraná, Wagner Mesquita de Oliveira, o general compartilha “as principais conclusões alcançadas após o processo de investigação que iniciou-se em decorrência de informações que chegaram ao conhecimento do Comando do Exército, a respeito de possíveis problemas com as armas fabricadas pela empresa Forjas Taurus e que estariam colocando em risco os agentes públicos que as utilizam”. documento informa que foi instaurado procedimento de Verificação Sumária e que na inspeção realizada na fábrica da Forjas Taurus, “foi verificado que a empresa não possui política/gestão que busque conhecer as necessidades do cliente e seu grau de satisfação, bem como que oriente e forneça serviços de manutenção preditiva, preventiva ou corretiva”.”

ALTERAÇÕES

Foi apurada a existência de indícios de modificação do projeto da Pistola 24/7 e da Pistola 840, ambas calibre .40, sem autorização do Comando Logístico.

Enquanto a primeira apresentou alteração da trava do gatilho e no tirante do gatilho, a segunda passou por modificação do eixo do sistema de fixação das teclas do registro de segurança e na alavanca de desmontagem.

“Tal atitude demonstra a existência de indícios de violação de compromisso assumido quando da obtenção do registro perante o Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados, compromisso esse de não modificar o produto controlado com produção já autorizada”, adverte o ofício.

Em função disso, foi instaurado um Processo Administrativo Sancionador (PAS) para “apurar a possível existência de irregularidades no trato com produtos controlados, relativas a modificações desautorizadas de Pistolas Taurus 24/7 e Modelo PT 840”.

Será analisada ainda a aplicação de sanções administrativas cabíveis, “por haver iminente risco à vida, à saúde, à integridade física e à segurança do usuário e da sociedade”, justifica o documento do Comando Logístico, que expõe ainda uma série de medidas acautelatórias já adotadas pelo Exército.

AJUSTES

Até que o PAS ao qual a empresa responderá tenha solução, foi definida a apreensão das pistolas modelo 24/7 existentes na linha de produção da empresa ou em estoque, bem como a suspenção e fim da comercialização desses armamentos, até que seja comprovado que a empresa solucionou os problemas de qualidade apresentados.

Também foi recomendado à Taurus prestar maior assistência a todos os adquirentes de quaisquer armas de fogo fabricadas por ela.

Entre as medidas estão orientações, em mídias e no site da empresa, quanto à necessidade de manutenção preventiva periódica, e a inclusão de planos de manutenção periódica, em assistência técnica própria ou credenciada pela empresa.

Outro ponto explicitado é a extensão dos recalls disponibilizados aos produtos adquiridos pelos Órgãos de Segurança Pública a todos os demais adquirentes.

RECALL

O recall dos armamentos utilizados na Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) é uma reivindicação recorrente do Sinpol-DF – pois os acidentes causados por armas da Forja Taurus, muitos com vítimas fatais, têm sido frequentemente denunciados em todo o Brasil.

Há meses, o sindicato tem cobrado que a PCDF siga o exemplo de outras forças de segurança e realize a troca das armas.

Outra luta é pela quebra do monopólio da Taurus no mercado nacional. Isso possibilitaria que armamentos de outros fabricantes e com mais qualidade possam ser utilizadas pelos policiais – a exemplo do que já acontece com a Polícia Federal, que utiliza armamento importado de alta qualidade.”

Esta foi mais uma vitória dos Policiais deste Brasil, uma vitória de todos aqueles que querem armas de qualidade, uma vitória das VÍTIMAS DA TAURUS contra o monopólio das armas no Brasil. 

PROBLEMAS NO REVÓLVER TAURUS 454

Este vídeo foi enviado pelo próprio dono da arma e fala por si só!

O RT 454 da Taurus, usa o potente calibre .454 Casull que é um dos calibres de mso mais potentes do mercado mundial.

SMT 40 DA TAURUS DISPARA SEM ACIONAR O GATILHO

Esta é a submetralhadora da Taurus, que funciona no calibre .40S&W e é aquisição de várias polícias do Brasil. Será que estão bem ou não?

Há alguns dias postamos outro vídeo mostrando outra submetralhadora da Taurus com problemas – MT 40 DA TAURUS DISPARA COM CHOQUE NA CORONHA e nesta publicação outros vídeos são mostrados. 

Estas são as armas que nossos policiais são obrigados a trabalhar enquanto o monopólio das armas ainda vigorar no Brasil.

TAURUS NÃO FUNCIONA, MAS OUTRAS MARCAS SIM!

Este é o relato de um consumidor indignado com o funcionamento de uma pistola da Taurus. Inclusive ele faz um teste no mesmo vídeo com uma arma de outro fabricante, que funciona e cita também o posicionamento do Exército Brasileiro sobre a tal “similaridade” que eles alegam do produto nacional e o armamento feito fora do Brasil. O vídeo está aí, veja e tire suas conclusões!!