PADRÃO DE QUALIDADE CBC – II

Para aqueles que ainda não sabem a CBC – Companhia Brasileira de Cartuchos – é a única fábrica de munições do país. E ela comprou a Taurus, que é a única fábrica de armas do Brasil que se interessa no público civil e nas forças policiais, isto é, o monopólio no Brasil não é apenas em relação às armas de fogo é também nas munições. E monopólio, seja em qualquer segmento fabril ou comercial, só trás prejuízos, pois como não há concorrencial comercial o fabricante não se preocupa em melhores seu controle de qualidade ou em aprimorar seus produtos.

E assim é com a CBC, pois se você comparar tecnicamente está marca com outras marcas estrangeiras, verá que a qualidade é muito baixa. Temos por exemplo está munição que a PM do Amazonas recebeu montada ao contrário. 

Mas este não foi o único caso, pois a Polícia Militar de Goiás também já recebeu munição da mesma forma, isto é, montada ao contrário. Veja:

Há algum tempo fizemos outra publicação que também tem o mesmo nome – PADRÃO DE QUALIDADE CBC, pois a CBC fabricou uma munição de espingarda Gauge 12 sem espoleta. Parece até uma piada, mas não é!

A pergunta que se deve fazer é por qual motivo num país de proporções continentais só existe uma fábrica de munições? Por que existem tantos empecilhos legais impedindo que outra fábrica de munições seja aberta no Brasil? Onde está o Exército Brasileiro, que é o fiscalizador, para facilitar a chegada de outro fabricante ou para fiscalizar a CBC?

POLÍCIA LEGISLATIVA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMPRA PISTOLAS GLOCK

Atualmente temos no Brasil apenas duas fábricas de armas, a IMBEL e a Taurus. A IMBEL não tem interesse e nem da conta de atender a demanda reprimida do mercado nacional, assim sobra apenas a Taurus para suprir nosso mercado.

A legislação nacional proibi que se importe armas se houver modelo semelhante no mercado interno e também por ser um tipo de importação considerada como “estratégica” pelo Exército Brasileiro. Juntando tudo isso está firmado o monopólio institucionalizado da Taurus.

Mas aos poucos algumas polícias conseguem fugir das imposições do Exército Brasileiro e do Lobby poderoso da Taurus e adquirem para seus agentes armas de outros fabricantes. Assim fez a Polícia Federal, a Polícia Militar do RJ e MS e agora a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados Federais, no Congresso nacional. 

A Polícia Legislativa da Câmara adquiriu pistolas Glock G22 e G23 Geração 4, para servir de arma padrão de seus agentes pelo valor 2.600 e 2.700 reais. Isto é, eles compraram armas melhores e mais baratas que as armas nacionais.

Os agentes estão recebendo treinamento para manusear e portar as pistolas, para então elas poderem ser usadas. 

É uma policia com atuação bem pontual e com poucos agentes, mas é mais um passo importante na luta contra o monopólio das armas no Brasil e na luta para adquirir armas de qualidade para todos os policiais de nosso país. 

E segue a luta das VÍTIMAS DA TAURUS!

MAIS UMA PT 24/7 DISPARA MESMO TRAVADA

​Este teste é muito usado para saber se o percursor da arma está quebrado. Neste caso foi feito para testar se o sistema de segurança desta 24/7 estava funcionando ou não. Se a trava de segurança estivesse funcionando a caneta não teria sido ejetada. A Forjas Taurus diz que os problemas que vem aparecendo em suas armas é em decorrência de mal manuseio ou de má manutenção. E neste caso o que casou o problema então? Será que alguém poderia dizer?

PM MORRE COM TIRO ACIDENTAL DA PRÓPRIA ARMA, UMA PT58 TAURUS 

Esta noticia foi veiculada no dia 08 de setembro, pelo site de notícias G1 do Rio de Janeiro, que nos conta como foi o fato:

“O Sargento da Polícia Militar Cirne Leal morreu nesta quinta-feira (8) após ser atingido por uma bala disparada acidentalmente pela própria arma em uma queda de moto na Estrada de Praia Seca, em Araruama, Região dos Lagos do Rio. O acidente aconteceu por volta das 10h30 de quarta-feira (7) e ele morreu no hospital. O sepultamento será realizado no Cemitério de São Pedro da Aldeia, às 16h30, de acordo com informações da PM.

O militar seguia no sentido Arraial do Cabo quando sofreu o acidente. A bala atingiu uma veia femoral do sargento, que era lotado no 25º Batalhão da PM. Segundo informações do comando da corporação, o militar, que estava de folga e também sofreu ferimentos com a queda, passou por cirurgia no Hospital Regional de Araruama, mas não resistiu.

‘A polícia está de luto. O sargento era um grande profissional, uma grande pessoa. É uma grande perda para todos nós’, declarou o comandante do 25º BPM, tenente-coronel André Henrique.” G1 – http://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/2016/09/pm-morre-com-tiro-acidental-da-propria-arma-ao-cair-de-moto-no-rj.html

O que não foi divulgado é que o Sargento estava com uma arma da Taurus, uma pistola modelo PT 59, n.° KRI 51782. Infelizmente, ao que tudo parece, o Sargento Cirne Leal, foi mais uma VÍTIMA DA TAURUS!

​PC DE SERGIPE COMPRA PISTOLAS GLOCK – DIGA NÃO AO MONOPÓLIO 

“Aquisição de armas pela SSP/SE. Publicado em Diário Oficial de hoje, dia 8 de setembro de 2016, a Síntese de Inexigibilidade de Licitação nº 002/2016, sob o Processo nº 022.000.02209/2016-1, com o Objeto de Aquisição de Pistolas GLOCK 22 Gen4, “Safe Action”, calibre .40S&W, para atender a Polícia Civil é um avanço incomensurável para o desempenho da atividade policial. 

Essa aquisição representa uma luta antiga das polícias brasileiras, tanto as federais quanto as estaduais. Parabéns a Polícia Civil, conquista importantíssima.

O fato que nos causou estranheza é a aquisição ser única e exclusivamente feita para a Polícia Civil, pois é sabido por todos a importância da utilização do citado armamento por ambas as instituições policiais, mormente a Polícia Militar, presente em todos os municípios sergipanos, 24 horas por dia, independente da crise financeira que assola o nosso Estado e o nosso país. Esperemos que a SSP mostre agora qual a real importância da polícia ostensiva, responsável pela preservação da ordem pública.

Henrique Alves da ROCHA – Cel PM”

Está mensagem veio por WhatsApp mas mostra a luta das forças policiais do Brasil para tentar quebrar o monopólio institucionalizado pelo Exército Brasileiro, e conseguir comprar armas de qualidade, que não sejam da Forjas Taurus.

CUIDADO, SE CAIR NO CHÃO PODE DISPARAR!

É o alerta que as Forjas Taurus colocou nos manuais de suas armas. O interessante é que esta informação só foi colocada agora, que a empresa passou a figurar com certa frequência nos noticiários de todo país, seja pela má qualidade de suas armas, seja pelos vários acidentes envolvendo seu nome e agora com notícias de venda de armas para países que não podem comprar material bélico, pois são proibidos pela ONU.

O interessante é que nas armas que a Taurus vende nos EUA está informação de que pode disparar se cair, sempre existiu. Mas no Brasil foi colocada só agora. Será por quê?

Então amigo, se você tem uma arma da Taurus, a fábrica já lhe informou, “EM CASO DE QUEDA DA ARMA, PODERÁ OCORRER DISPARO ACIDENTAL”. Mas a Taurus diz também qualquer arma pode disparar se cair. Temos casos e notícias só de uma fábrica de armas e você sabe qual! Veja por exemplo este vídeo que foi baixado do YouTube, que mostra armas da Taurus disparando ao se chocar com o solo. 

Estes outros dois vídeos são daqui mesmo do Brasil e mostram a mesma situação. Veja:

Então meu nobre amigo policial, atirador ou você que tem uma arma da Taurus, cuidado, você pode ser a próxima VÍTIMA DA TAURUS! A fábrica já te avisou.